Reunião 1/07

11717256_993498934004381_589374643_n

Na última reunião do GEISC do primeiro semestre de 2015, foram discutidas questões sobre o projeto de dissertação de mestrado do Juliano Martins Soares. O Juliano se filia aos Estudos Culturais e tem como orientadora a Professora Ana Carolina D Escosteguy. Sua temática é o amor entre as masculinidades, representado de forma contemporânea nas narrativas seriadas. O projeto de qualificação está sendo elaborado, e tem como previsão de defesa até setembro de 2015. A defesa da dissertação será feita até março de 2016.

O trabalho foi apresentado com a exposição de um sumário, que está sendo construído e modificado de acordo com o caminho de pesquisa. A temática inclui a questão do romantismo amoroso e das masculinidades, e da representação das afetividades homossexuais nos seriados audiovisuais – e, portanto, está atravessada pela questão do gênero. Não foram expostas de forma direta a justificativa e as questões de pesquisa, posto que estas ainda se desenvolvem, mas, em linhas gerais, o trabalho se justifica em função da profusão cultural que vivemos na contemporaneidade com a emergência de estudos de gênero, e das liberdades sexuais e de expressão que, cada vez mais, atravessam a vida de todos nós. O amor, nisso tudo, continua como motor da vida humana, uma espécie de impulsionador das relações em sociedade. E, para o autor, salta a questão da afetividade gay, devido a inserção identitária. Dessa forma, é impossível pesquisar sem se colocar no campo de atuação da investigação.

De acordo com o exposto, o percurso de pesquisa falará sobre a questão do amor em diversas épocas, do Romantismo amoroso, do amor cortês e do amor Cáritas cristão, todos esses vertentes de amores antigos, gênese, em termos, dos amores que vivemos hoje. Estes estudos seguem Regina Navarro Lins, Jurandir Freire Costa, Julia Kristeva, Zygmunt Bauman, Eva Illouz, Allan Badiou, Allan de Botton e Nicolas Truong. As masculinidades e a questão sexual e de gênero serão vista em Robert Connell, Michel Foucault, Judith Butler e outros. Além disso, a questão das identidades, com a visada dos Estudos Culturais, será abordada.

Como sugestão de análise, será feita partir do circuito da cultura, de Richard Johnson, e da abordagem multiperspectívica, de Douglas Kellner, ambas as ferramentas importantes para este campo de estudo. O seriado escolhido é, num primeiro momento, Looking (2014), do canal de TV por assinatura HBO. Junto dele, outros seriados contemporâneos com temática gay serão trazidos à tona, a fim de contextualizar as produções nesta área.

O espaço de apresentação no GEISC trouxe, certamente, ganhos teóricos e metodológicos para esta proposta de dissertação, já que muitas observações e alguns recortes foram construídos junto do grande grupo. Tais recortes ainda não tinham sido possíveis apenas com o olhar do pesquisador.

Por Juliano Martins

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s