Para além de resultados

A última reunião do GEISC, que aconteceu em 13 de setembro de 2016, foi um momento em que o Juliano Martins apresentou, de forma resumida, os resultados que obteve com a dissertação de mestrado, intitulada Os Amores Masculinos: Desiderium Afetivo Sexual de Masculinidades na Narrativa Seriada de Looking (HBO, 2014). Na reunião, também se trocou experiências sobre o I CIDI – Congresso Internacional de Diálogos Interdisciplinares, promovido pela Universidade Feevale, na última semana de agosto, do qual participaram Paula Viegas, Samara Kalil e o próprio Juliano Martins, com as considerações da dissertação final.

Juliano se filia aos Estudos Culturais e teve como orientadora a Professora Ana Carolina D Escosteguy. A temática de que fala é o amor entre as masculinidades, representado de forma contemporânea nas narrativas seriadas. A defesa da dissertação ocorreu em 29 de março deste ano.

Na apresentação, o processo de recorte da linha teórico metodológica, bem como a escolha e justificativa para o corpus da pesquisa foram expostos. O seriado Looking, da HBO, apresenta a identidade gay masculina e viril de interesse da pesquisa, e foi em cima dele que as análises foram feitas. Como conclusões básicas, saltou aos olhos do autor a filiação a ideais de amor romantizado das personagens – em plena contemporaneidade – bem como alinhamento a ideais heteronormativos de vivência afetiva. Também ficou clara a influência da família e da tradição – sobretudo a patriarcal – e da epidemia de HIV, nas situações amorosas de masculinidades subordinadas. Tais elementos são indicativos de como as personagens vivem, ou não, seus afetos.

unnamed
Agustín, Dom e Patrick são os personagens de Looking (HBO, 2014) analisados na dissertação de Juliano Martins. Fonte: GettyImages

O espaço de apresentação no GEISC proporciona a socialização das construções teórico metodológicas num programa de pós graduação, de modo a dar visibilidade para a pesquisa em comunicação, com a peculiaridade de cada interesse particular.

Anúncios

Ensaio para o Intercom Nacional 2016

No último encontro do GEISC (30/08), as mestrandas Claudia Farias Trintin e Cândida Schaedler apresentaram seus trabalhos intitulados “Continuidades e descontinuidades entre os comerciais La Piscine e Monuments” e “Festas populares nas páginas de jornais do interior: folkcomunicação na representação e divulgação local da Festa da Uva e da Fenachim”, respectivamente.

Os artigos foram aceitos e serão apresentados no Intercom Nacional, que ocorrerá na USP, de 5 a 9 de setembro de 2016.

GEISC no Intercom Sul 2016

Na última semana, pesquisadores do GEISC participaram do VII Congresso de Ciências da Comunicação na Região Sul, na PUCPR, em Curitiba. Na manhã de quinta-feira, dia 26, apresentaram suas pesquisas:
Cândida Schaedler, com o trabalho A revista brasileira em língua alemã Sankt Paulusblatt no contexto da Folkcomunicação, na sessão 2 do DT Estudos Interdisciplinares da Comunicação;
Mateus Dias Vilela, com o trabalho Uma voz que se propaga: Ações de Social TV e propagabilidade através do The Voice US, na sessão 1 do DT Rádio, TV & Internet;
Paula Rickes Viegas, com o trabalho Estereótipos de gênero e rupturas de sentido no discurso publicitário, na sessão 1 do DT Publicidade & Propaganda;
Samara Kalil, com o trabalho Emoções e afetos na rede: #vaitershortinhosim, na sessão 2 do DT Rádio, TV & Internet Sessão.

 

a185ca41-eb03-4809-8c3b-860b3a56e5eb

Temos Doutor!

IMG_7153

Na última terça-feira, o geisco Eduardo Ritter defendeu sua tese de doutorado e, logo em seguida, conversou com os colegas do grupo sobre a banca e experiências em concursos para professor.

A pesquisa, intitulada Jornalismo gonzo e parresía: mentiras sinceras e outras verdades discute a prática jornalística do norte-americano Hunter Thompson (1937-2005) com base no conceito foucaultiano de parresía: a coragem de dizer a verdade no espaço público, independente dos riscos profissionais e pessoais.

Como não poderia deixar de ser, a data foi comemorada em grande estilo com comes e bebes. Desejamos muita sorte ao recém-doutor!

 

GEISC no ALCAR 2015

O 10º Encontro Nacional de História da Mídia, organizado pela Associação Brasileira de Pesquisadores da História da Mídia (ALCAR), ocorrerá em Porto Alegre/RS, nas dependências da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (FABICO) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Entre os dias 3 e 5 de junho de 2015, pesquisadores, profissionais e estudantes debaterão o tema “A Memória na Era Digital”.

O evento conta com oito grupos temáticos (GTs), dentre eles Mídia Audiovisual e Visual, Mídia Sonora, Historiografia da Mídia, História do Jornalismo, História da Publicidade e da Comunicação Institucional, Mídia Digital, História da Mídia Impressa e História da Mídia Alternativa.

Para esta edição, o Grupo de Estudos do Imaginário, Sociedade e Cultura (GEISC) obteve um número expressivo de artigos aprovados, contando com a participação de 16 dos seus integrantes.

As apresentações ocorrerão nos dias 4 e 5 de junho.
As informações a respeito dos dias e horários das apresentações podem ser consultadas aqui.
Os resumos dos artigos produzidos pelos integrantes do GEISC estão disponíveis neste link.

Fonte: http://www.ufrgs.br/alcar2015

GEISC no Ibercom 2015

O GEISC esteve representado no XIV Congresso Ibero-Americano de Comunicação – Ibercom 2015 através da participação de vários de seus integrantes. O evento aconteceu entre os dias 29 de março e 2 de abril de 2015 na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) e teve como tema central as relações entre Comunicação, Cultura e Mídias Sociais.

Infelizmente, a conferência inaugural com o professor Jesús Martin Barbero foi cancelada, mas substituída com brilhantismo pelo professor Derrick de Kerckhove, da Universidade de Toronto, que falou sobre a Cultura da Transparência (um resumo da conferência está disponível aqui: http://www3.eca.usp.br/sites/default/files/u24/derrick.pdf).

Os “geiscos” presentes foram:

  • Bruna da Rocha Silveira, doutoranda (UFRGS), participou da Divisão Temática (DT) Comunicação e Identidades Culturais com o artigo O que é ser doente? Blogues de pessoas com doenças crônicas e construção identitária.
  • Camila Garcia Kieling, doutoranda, participou da DT Estudos de Jornalismo com o artigo Avenida da Legalidade e da Democracia: jornalismo e memória.
  • Eduardo Ritter, doutorando, participou da DT de Folkcomunicação com o artigo Mídia e Folkcomunicação: a apropriação midiática da linguagem travesti.
  • Fernanda Lopes de Freitas, doutoranda, apresentou o trabalho A estética barroca das organizações familiares através das discursividades organizacionais na DT Estudos de Comunicação Organizacional.
  • Lirian Sifuentes, doutora, na DT Recepção e Consumo na Comunicação, apresentou o artigo Consumo de telenovela por mulheres de diferentes classes sociais.
  • Karine Ruy, doutoranda, participou da DT Comunicação Audiovisual, com o trabalho Traços e trajetos do cinema de baixo orçamento no Brasil.

Em breve serão publicados os anais do evento e os artigos poderão ser acessados na íntegra.

Mais informações sobre o Ibercom 2015: http://www.assibercom.org/congressoibercom2015/

11102767_355695964638501_4680475959436348861_n
Mesa de abertura do Ibercom 2015. Fonte: facebook.com/ibercom2015

II Congresso da Rede CRI2i será realizado em Porto Alegre

O Grupo de Estudos sobre Comunicação e Imaginário (IMAGINALIS) realizará, em outubro, o II Congresso da Rede CRI2i (Centre de Recherches Internationales sur l’Imaginaire). O evento, que acontecerá na UFRGS, Porto Alegre, dá continuidade à política de itinerância estabelecida no estatuto da rede quando de sua fundação em Cluj-Napoca, em 2012, na Romênia.

Com tema geral “A Teoria Geral do Imaginário 50 anos depois: conceitos, noções, metáforas” e coordenado por Jacques Wunenburger (Université Jean Moulin – Lyon 3) e Ana Taís Martins Portanova Barros (UFRGS), o Congresso acontecerá de 29 a 31 de outubro e já está com as pré-inscrições para congressistas abertas – até 30 de abril. 

Quem deseja enviar trabalhos deve encaminhar um resumo expandido de 2 mil a 4 mil caracteres, em parágrafo único. Neste limite, estão incluídos o título, as palavras-chave e texto do resumo propriamente dito, além das referências bibliográficas principais.  Pesquisadores e pós-graduandos podem se inscrever para mesas-redondas (apenas em francês) ou para um dos quatro Grupos de Trabalho: Imaginário, ciência e tecnologia; Imaginário e cotidiano; Imaginário e Mídia e Imaginário e linguagens. 

Mais informações: http://www.ufrgs.br/cri2i/11058403_640310056113592_2278877340031952928_n